segunda-feira, 21 de junho de 2010

Você tem medo de que?




Skate e psicanálise: aventuras e caminhos ás vezes sem proteção



Em resposta ao post da minha amiga Pam....




Nunca houve resistência ao fato "equipamento de proteção", ele nunca esteve ali presente para ser resistido. Na questão real houve os três tempos da psicanálise (parceladas para amiga em três vezes:recordar,repetir e elaborar)kkkk




No mesmo dia antes do ato a fala: Tenho que comprar meus equipamentos de proteção!O que foi possível escutar a amiga atendeu....joelheiras não foram suficientes.



Será possível estarmos equipadas e/ou protegidas frente aos medos da vida? Pensando metaforicamente como ter um filho se essa proteção ao desejo não furar?




Sabe de uma coisa?




Esse estabacão simbolizou necessariamente um momento de vida que singularmente pra mim já tem explicação. Pra alguém que sempre se protegeu com escudos transparentes, perdeu uma batalha que por séculos tentou evitar...evitar o enevitável. Daí se deparar com o que realmente ameaça, dá medo,desorienta, a mercê do desejo...no sentido mesmo do horror. A queda foi grande, marcas que o inconsciente não apaga (recalca), mas como saber sem viver? Foi preciso deitar no divã.




Após muitos incentivos das amigas paguei pra ver...Você que sempre dizia ao inverso: É preciso Crer para ver...Por mim foi visto. Tanto no Real quanto no imaginário.




Já faz tempo que esse tal de Superego me abandonou....Aliás estamos falando de que proteção?

Um comentário:

  1. que bom.Fico feliz de estar comecando a dar férias pro superego!
    : )

    ResponderExcluir